Skip to content

A Hungria se prepara para a “guerra” contra Corona Virus e migrantes do Oriente Médio e África

Enquanto o corona vírus se espalha e os já considerados “invasores migrantes” que saem da Turquia e seguem para o noroeste em direção à Europa continental, é apenas uma questão de tempo até que milhares e milhares de homens em idade militar sejam reunidos na fronteira húngara, os portões da Zona Schengen da Europa oriental.

Para proteger o povo húngaro de ambos os flagelos, o primeiro ministro Viktor Orbán e o governo húngaro estão tomando medidas preventivas.

Durante sua entrevista semanal à Rádio Kossuth , o primeiro-ministro húngaro alertou que, dado o fato de o vírus já ter se espalhado por toda a Itália e países nos Balcãs Ocidentais, “…é preciso dizer que o vírus também aparecerá na Hungria, para essa eventualidade... “

O Ministro Orbán garantiu ao povo que seu governo estava ” trabalhando 24 horas por dia”, e que uma força-tarefa especial havia sido criada há um mês, com todas as capacidades técnicas e recursos humanos necessários para combater a propagação do vírus.

“Todas as informações importantes serão compartilhadas. A equipe húngara é composta por profissionais de destaque internacional ”, disse Orbán.

Fonte: https://dailynewshungary.com/news_to_go/orban-regular-migrant-attacks-at-south-hungary-border-to-be-expected/

Apesar da pandemia global recentemente dominante, Orbán afirma que a ameaça mais iminente e existencial que o mundo ocidental civilizado enfrenta são os “invasores migrantes”  ​​do Oriente Médio e a África.

“Apesar de toda a atenção que o coronavírus está atraindo, a migração continua sendo um desafio histórico e o mais perigoso. O fluxo ascendente de “migrantes” do sul é uma tendência histórica e arma de guerra hìbrida… Não importa quantos migrantes venham, as autoridades da Hungria são capazes de proteger as fronteiras… Nossos guardas de fronteiras sofrem ataques frequentes e isso não é mostrado pelas grandes mìdias ocidentais… e estamos nos preparando de todas as formas, inclusive a militar”, acrescentou o Ministro Victor Orbàn.

Como a Voz da Europa e muitas outras mìdias divulgaram na semana passada, o governo turco anunciou que abriria sua fronteira com a Síria e permitiria que todos e todos os migrantes do Oriente Médio passassem para chegar à Europa sem impedimentos.

Os confrontos em diversos pontos da fronteira hungara não são novidade, porém dificilmente comentados pelo mainstream ocidental. Na imagem, um dos muitos confrontos registrados com os migrantes na passagem da fronteira com a Sérvia em Roszke, Hungria durante o ano de 2015. Foto de Karnok Csaba via Reuters para matéria da Newsweek.

Respondendo à notícia, o Ministro Orbán enfatizou que o vírus não era o único desafio iminente que a Europa está enfrentando.

“Onde o fluxo do sul será interrompido? Sempre afirmei que a invasão de massas migratórias é como uma onda planejada ”, continuou o primeiro-ministro húngaro.

“A questão principal é onde podemos parar essa onda que vem do sul. Eu sempre disse que a migração vem em ondas. Deveríamos esperar uma nova onda de migração e ataques em massa na cerca da fronteira da Hungria, e devemos defender a fronteira húngara com todos os meios necessàrios ”

Mobilização de tropas e possivel convocação de reservistas

De acordo com informações divulgadas pelas mìdias e do governo da Hungria, a mobilização militar jà é uma realidade, em refoço ao contingente policial nas fronteiras, assim como as empresas de segurança que jà atuam por meio de contrato com as prefeituras das cidades fronteiriças.

A mobilização de reservistas ainda não foi considerada necessària, mas é uma possibilidade, caso a situação assim exija e não ocorra apoio da OTAN.

A população por si jà efetua patrulhas preventivas nas regiões de fronteiras e mesmo orientada a no procurar confronto com os migrantes, efetua observações e denùncias quando encontram situações anormais ou vulnerabilidades das barreiras que possam ser usadas como pontos de entrada dos migrantes oriundos da Turquia.

https://mediaklikk.hu/miniszterelnoki-interjuk/cikk/2020/02/28/orban-viktor-miniszterelnoki-interju-jo-reggelt-magyarorszag-februar-28#

  • Com informações Reuters, Voice of Europe, Euronews e Daily News Hungary via redação Orbis Defense Europe.

O post A Hungria se prepara para a “guerra” contra Corona Virus e migrantes do Oriente Médio e África apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV