Skip to content

Chefe de Inteligência de Taiwan: Kim Jong Un está ‘doente’

O chefe da agência de inteligência de Taiwan, Chiu Kuo-cheng, suspeita que o ditador norte-coreano Kim Jong Un, esteja doente mas não deu mais detalhes, dizendo que existem planos de contingência em vigor, caso Kim seja incapacitado ou morra.

Relatórios nas últimas duas semanas alegaram que Kim, 36 anos, está em estado “grave”, morto ou em estado vegetativo. No entanto, autoridades sul-coreanas disseram que ele ainda está vivo e no controle da nação comunista empobrecida, enquanto o presidente Donald Trump disse a repórteres que ele ainda está vivo.

Chiu Kuo-cheng foi questionado por um deputado sobre se Kim está gravemente doente ou falecido, e Chiu disse que está “doente”. Chiu apenas sorriu quando lhe perguntaram se o líder ainda está vivo, informou o Taiwan News.

Sobre a saúde de Kim e o plano de contingência, Chui disse que sua agência tem informações relevantes, mas só pode divulgá-las a portas fechadas. Se essa informação for revelada, a fonte poderá ser comprometida, disse ele.

“Minha resposta é da inteligência disponível e não é uma opinião”, observou também Chiu, informou o Taipei Times.

Se houver um vácuo de poder na liderança da Coreia do Norte, Japão, Coreia do Sul e Taiwan estariam no escopo de países que poderiam ser afetados, disse Chui, segundo o Taiwan News.

Hu Mu-yuan, vice de Chui, insistiu mais tarde que a inteligência “não conseguia confirmar o status da saúde de Kim Jong Un”, segundo o jornal.

Mas ele estipulou que “pelo que sabemos, Kim ainda está no comando e no controle das forças armadas e do governo da Coreia do Norte”.

As especulações sobre a condição de Kim aumentaram depois que ele perdeu a comemoração de 15 de abril do aniversário do fundador da Coreia do Norte, seu avô Kim Il-Sung. Foi a primeira vez que ele perdeu o evento desde que assumiu o poder.

As principais autoridades sul-coreanas disseram na terça-feira que conhecem o paradeiro atual de Kim.

“O governo está ciente da localização de Kim Jong Un”, disse o ministro da Unificação Kim Yeon-chul sem elaborar, de acordo com a Bloomberg News.

Durante um briefing da Casa Branca na segunda-feira, Trump disse a repórteres que sabia sobre a condição de Kim.

“Eu não posso te dizer exatamente – sim, eu tenho uma ideia muito boa, mas não posso falar sobre isso agora. Eu só desejo a ele tudo de bom”, ele disse.

  • Com informações do Jornal Epoch Times


Source: DefesaTV