Skip to content

China reage à fala do secretário de Estado dos EUA, e Governo Filipino declara apoio as ações dos EUA

O governo Chinês afirmou nesta terça-feira (14) que se opõe firmemente à declaração do Departamento de Estado dos EUA, segundo a qual “as reivindicações territoriais de Pequim” no mar do sul da China seriam “ilegais”.

A Embaixada chinesa nos EUA emitiu nota falando que “Os EUA não são um país diretamente envolvido nas disputas. No entanto, continuam interferindo na questão”. Além disso, o governo chinês classificou as acusações de Washington de que a China intimidou seus vizinhos como “completamente injustificada”.

“Sob o pretexto de preservar a estabilidade, o governo americano está flexionando os músculos, provocando tensão e incitando o confronto na região”, acrescentou a diplomacia chinesa.

Na segunda-feira (13), os EUA classificaram como ilegais as demandas chinesas na área. “Os Estados Unidos defendem um Indo-Pacífico livre e aberto. Hoje estamos fortalecendo a política dos EUA em uma parte vital e contenciosa dessa região – o mar do sul da China”, declarou o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

“Estamos deixando claro: as reivindicações de Pequim por recursos no mar na maior parte do mar do Sul da China são completamente ilegais, assim como sua campanha de bullying para controlá-los”, complementou ele.

A região da Ásia-Pacífico tem várias disputas territoriais nos mares que envolvem Brunei, China, Japão, Malásia, Filipinas, Taiwan e Vietnã. Os embates acontecem em razão de riquezas ainda não exploradas na região, como minerais diversos e petróleo e gás.

Governo Filipino apoia posicionamento dos EUA sobre ações no mar do Sul da China

O governo de Manila considera que a China está violando as regras de navegação no mar, e afirma planejar criar um Código de Conduta internacional para uso da região.

O Departamento de Defesa Nacional filipino em um comunicado nesta terça-feira (14), as Filipinas expressaram um forte apoio ao recente posicionamento expresso pelos Estados Unidos em relação às reivindicações territoriais no mar do Sul da China.

Navios da Marinha dos EUA, da Marinha Indiana, da Força de Autodefesa Marítima do Japão e da Marinha das Filipinas navegam em formação no mar em 9 de maio de 2019 (Força Marítima de Autodefesa do Japão / via Reuters)

“Concordamos firmemente com o posicionamento da comunidade internacional de que deve haver uma ordem baseada em regras no mar do Sul da China”, segundo a declaração filipina em resposta ao posicionamento dos EUA sobre as reivindicações marítimas no mar do Sul da China.

A declaração também instou a China a cumprir com a decisão do Tribunal Permanente de Arbitragem, que apoiou as Filipinas em sua reivindicação territorial no mar.

De acordo com a declaração, as Filipinas planejam pressionar para a finalização de um Código de Conduta substantivo no mar do Sul da China a fim de resolver disputas e evitar a escalada de tensões na região.

  • Com agências internacionais

O post China reage à fala do secretário de Estado dos EUA, e Governo Filipino declara apoio as ações dos EUA apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV