Skip to content

Divulgadas imagens de um dos confrontos desarmados entre militares indianos e chineses na fronteira de Ladakh

Devido a restrições de ambas as partes, indianas e chinesas, as imagens dos confrontos desarmados entre os militares das duas nações beligerantes estavam sob segredo militar bem guardado pelas duas nações. Mas hoje, dia 22/05, o site indiano “The Sikkimese” divulgou imagens que aparentemente foram gravadas com um aparelho celular de um dos militares indianos, e desde a tarde de hoje estão sendo amplamente divulgada pelas redes sociais da India.

Os confrontos que ocorreram em diversos pontos da fronteira resultaram em mais de 40 mortos do lado chinês e mais de 20 do lado indiano, incluìndo centenas de feridos leves, médios e graves.

Depois dos confrontos entre militares chineses e do Exército Indiano, este alterou suas regras de combate após o aumento da tensão entre a Índia e a China no leste de Ladakh em 15 de junho. A nova regra permitirá agora que os comandantes de campo permitam ao pessoal do exército usar armas de fogo em circunstâncias “extraordinárias”.

Segundo relatos, a China foi informada das últimas mudanças nas regras de compromisso e que a Índia responderá à agressão chinesa na fronteira. De acordo com as regras anteriores do acordo Índia-China de 1996, o exército e o pessoal da ITBP não tinham permissão para portar armas carregadas durante patrulhamento na fronteira e os canos das armas deveriam ser apontados para baixo.

As novas regras de engajamento agora permitem que os comandantes usem as armas que considerem adequadas durante qualquer violência do lado chinês.

Segundo relatos, durante uma reunião dos chefes do Exército, da Força Aérea e da Marinha com o ministro da Defesa Rajnath Singh, as forças armadas estacionadas na Linha de Controle Real (LAC) receberam total liberdade e foram solicitadas a manter vigília estrita em todos os chineses. atividades em terra, ar e rotas marítimas estratégicas.

A situação no leste de Ladakh permanece tensa após o violento confronto entre o exército indiano e as tropas chinesas em 15 de junho, que deixou o pessoal do exército indiano martirizado e soldados chineses mortos. A Índia também devolveu soldados chineses que foram capturados durante o confronto quando cruzaram para o lado indiano.

Abaixo o ìdeo divulgado pela page “The Sikkimese” nas redes sociais indianas:

Abaixo um dos primeiros vìdeos divulgado na semana passada:

  • Com informações do The Sikkimese e Times of India via redação Orbis Defense Europe.


Source: DefesaTV