Skip to content

Força Aérea de Taiwan intercepta caça J-10 Chinês que voava sobre seu espaço aéreo

O governo de Taiwan confirmou que caças de sua Força Aérea, interceptaram e escoltaram um caça chinês que entrou por um curto período de tempo em sua zona de identificação de defesa aérea nesta terça-feira (16).

Na ocasião, a Força Aérea declarou ter enviado três caças alertas e “receberam respostas positivas para interceptação”, enquanto o caça chinês J-10 voava na zona de identificação de defesa aérea (ADIZ) no sudoeste da ilha.

Esta é a terceira incursão chinesa na região em apenas uma semana, sendo que a última incursão ocorreu uma semana depois que caças Su-30 chineses terem ingressado na ADIZ após um avião militar dos EUA ter sobrevoado a região, o que foi classificado pelos chineses como um “ato ilegal e provocativo”.

Pequim elevou sua presença militar na região depois da presidente de Taiwan Tsai Ing-wen recusar reconhecer a ilha como parte de “um país, dois sistemas”, conforme a Reuters.

“Eu quero reiterar as palavras ‘paz, paridade, democracia e diálogo’. Nós não vamos aceitar o uso pelas autoridades de Pequim de ‘um país, dois sistemas’ para rebaixar Taiwan e minar o status quo das relações bilaterais. Nós persistimos neste princípio”, declarou a presidente reeleita de Taiwan.

Ainda de acordo com Tsai, tanto Taiwan quanto a China deverão “encontrar um meio para coexistirem em longo termo e prevenir a intensificação do antagonismo e as diferenças”.

  • Com agências internacionais


Source: DefesaTV