[email protected]+55 (61) 99682-6245 facebook

logo

publicado em:6/08/19 7:25 AM por: marcelo_mb_rj Notícias

A base aérea da Força Aérea Russa em Khmeimim (Hmeymim) na província síria de Latakia foi atacada por forças terroristas islâmicas do ISIS nessa noite de 5 de agosto, causando um número ainda desconhecido de baixas. Hmeymim atua como o centro da campanha aérea dos militares russos em apoio ao governo sírio, que começou em setembro de 2015 e é amplamente creditada por transformar o curso da guerra contra grupos como o Estado Islâmico e outros grupos jihadistas do terrorismo islâmico.
A mídia estatal síria informou que o ataque teria começado por volta de 18:30h (hora local), que as forças do ISIS utilizaram unidade moveis, sendo estas pickups e caminhões equipadas com artilharia leve, e que tanto vítimas quanto “danos materiais” foram infligidos.

Esta não foi a primeira vez que a base aérea russa é atacada, pois jà ocorreram ataques de artilharia mòvel e drones suicidas em várias outras ocasiões, sendo repelidos por unidades de defesa aérea e infantaria, o que fez com que os sistemas Pantsir-S1 atuando contra os drones obtivessem uma excelente reputação.
A artilharia, no entanto, parece ser o meio mais eficaz de atingir a base aérea, mesmo que seu alcance seja mais restrito, ao contrário de ataques feitos com drones, a artilharia mòvel tem sido difícil para interceptar, pois sistemas móveis rápidos como pickups atacam rapidamente e fogem se dispersando pelo deserto. Uma ataque usando artilharia móvel na primeira semana de janeiro de 2018 supostamente danificou várias aeronaves Sukhoi e um transporte Antonov An-72, matando dois militares russos.

A base de Khmeimim passou a ser a mais visada por ataques desde que a Rússia enviou alguns dos seus jatos de combate mais capazes para ações no teatro sírio, incluindo os Su-34 e os caças de superioridade aérea Su-35, entre outros. Quatro protótipos de combate do caça de superioridade aérea Su-57 também foram supostamente enviados para a base, operando desde fevereiro de 2018 para testes de combate, aparentemente participando de operações de combate contra forças jihadistas.
Esse recente ataque à base aérea russa acontece à medida que as hostilidades aumentavaram na província de Idlib, que atualmente ainda é a maior fortaleza da Al Qaeda na região que a coalizão liderada pelos sírios ainda tentam recapturar.

Com informações via AFP, Reuters e Southfront via redação Orbis Defense Europe.

O post Forças do ISIS atacaram base aérea russa na Síria apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV





Comentários



Adicionar Comentário