Forças russas iniciam ocupação de base usada pelo EUA na Síria - Geopolítica MundialGeopolítica Mundial
[email protected]+55 (61) 99682-6245 facebook

logo

publicado em:14/11/19 2:30 PM por: marcelo_mb_rj Notícias

Nessa tarde do dia 14/11 forças russas entraram na base de Sarrin, no leste de Aleppo, que foi abandonada pelas forças americanas na manhã desse 14 de novembro.

A Agência de Notícias Hawar (ANHA) informou que pelo menos cinco veículos blindados russos entraram na base logo apos quando o último grupo de forças americanas se retirou de lá.

A North Press Agency (NPA) também divulgou um pequeno vídeo mostrando um helicóptero russo Mi-35 sobrevoando a base de Sarrin após a retirada das forças americanas. No entanto, a agência excluiu o vídeo posteriormente por motivos desconhecidos.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos (SOHR) contradiz relatos anteriores, alegando que as forças americanas ainda estão na base. O grupo de monitoramento com sede no Reino Unido informou que veículos blindados dos EUA foram vistos em Sarrin.

A base de Sarrin, que abrigava dezenas de militares americanos, era uma das maiores bases americanas no leste de Aleppo. A longa pista de pouso da base foi usada para suprir as forças da coalizão destacadas em Aleppo e Raqqa.

Os relatórios sobre a implantação russa na antiga base dos EUA não são confirmados, mas não incomuns. Durante o último mês, as forças russas estabeleceram vários postos nas guarnições militares dos EUA no nordeste da Síria, incluindo Manbij e Ain Issa.

Imagens dos comboios militares dos EUA deixando a região. Imagens via Arab News 24:

Exército Sírio entra no interior de Al-Hasaka

O Exército Árabe da Síria (SAA) começou a enviar tropas no interior de al-Hasakah , informou a Agência de Notícias Árabe da Síria (SANA) também nesse 14 de novembro.

De acordo com a agência de notícias estatal, unidades SAA serão implantadas entre a cidade de al-Jawadiyah e a cidade de al-Malikiyah.

No mês passado, o governo de Damasco e as Forças Democráticas da Síria (SDF), integradas pelos curdos, chegaram a um acordo inicial, permitindo que as tropas sírias entrassem na região nordeste do país.

Desde então, o SAA estabeleceu posições no leste de Aleppo, Raqqa e no norte de al-Hasakah. A Polícia Militar Russa também estabeleceu vários postos nessas regiões.

A missão da AEA é apoiar o SDF, que está enfrentando um ataque turco, e proteger a fronteira do país com a Turquia. O recente acordo russo-turco no nordeste da Síria complementa-se com o papel do Exército Sírio na segurança da fronteira.

#td_uid_1_5dcd926619b49 .td-doubleSlider-2 .td-item1 {
background: url(https://www.defesa.tv.br/wp-content/uploads/2019/11/photo_2019-11-14_15-00-44-80×60.jpg) 0 0 no-repeat;
}
#td_uid_1_5dcd926619b49 .td-doubleSlider-2 .td-item2 {
background: url(https://www.defesa.tv.br/wp-content/uploads/2019/11/photo_2019-11-14_14-37-25-80×60.jpg) 0 0 no-repeat;
}
#td_uid_1_5dcd926619b49 .td-doubleSlider-2 .td-item3 {
background: url(https://www.defesa.tv.br/wp-content/uploads/2019/11/photo_2019-11-14_14-37-24-80×60.jpg) 0 0 no-repeat;
}
#td_uid_1_5dcd926619b49 .td-doubleSlider-2 .td-item4 {
background: url(https://www.defesa.tv.br/wp-content/uploads/2019/11/photo_2019-11-14_14-37-23-80×60.jpg) 0 0 no-repeat;
}