GNA da Líbia derruba drone militar de fabricação chinesa - Geopolítica MundialGeopolítica Mundial
[email protected]+55 (61) 99682-6245 facebook

logo

publicado em:3/08/19 5:00 PM por: marcelo_mb_rj Notícias

Forças leais ao Government of National Accord (GNA) anunciaram nesse sàbado dia 3 de agosto que derrubaram um veículo aéreo de combate não tripulado Wing Loong II (UCAV – Unmanned combat aerial vehicle) de fabricação chinesa perto da cidade de Misrata, no norte da Líbia. Não foi divulgado que tipo de armamento ou procedimento foi utilizado para o abate do referido drone.

A sala de operações das forças pró-GNA divulgou um curto comunicado à imprensa, onde declararam; “que o abate ocorreu no eixo sul da região central controlada pelos militares legalistas do GNA O drone seria um “Wing Loong UCAV”, carregado com mísseis ar-terra, e estavam apoiando operações de ataques do considerado criminoso de guerra general Hafar…
O abate do drone se deu devido às tentativas de ataques contra alvos civis nas proximidades da cidade de Misrata”.

O drone Wing Loong II tem autonomia de cerca de 20 horas e alcance operacional de até 4.000 km. Os Emirados Árabes Unidos foi o cliente de lançamento do UCAV chinês em 2017 e é o principal suspeito de ter fornecido o equipamento para os rebeldes do general Hafar, que ainda controlam boa parte do territorio libio desde o inicio da guerra civil.

Fotos dos destroços do UCAV revelam que ele foi carregado com vários mísseis guiados J-7. O J-7 é uma versão de exportação do míssil semi-ativo guiado por laser HJ-10. O míssil tem um alcance de até 7 km e uma ogiva capaz de penetrar blindagens de até 1.400 mm.

O analista de defesa Arnaud Delalande (França) publicou uma investigação à alguns meses provando que mísseis LJ-7 foram usados ​​contra forças pró-GNA nos ùltimos anos. Na época, vários observadores especularam que os Emirados Árabes Unidos estavam por trás dos ataques aéreos, operando em conjunto com provàveis forças mercenàrias multinacionais e/ou chinesas.

Existem sérias suspeitas que pelo menos dois Wing Loong I II UCAVs da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos (UAEAF) estão implantados na base aérea de al-Khadim, no oeste da Líbia, como revelou uma imagem de satélite divulgada pela IHS Jane’s em 2016. Apesar disso, ainda não está claro se o drone abatido estava sendo operado pelos Emirados Árabes Unidos ou forças mercenàrias chinesas.

 

Sobre o GNA

GNA é o Governo do Acordo Nacional ou Governo de União Nacional; é um governo provisório proposto para a Líbia formado sob os termos do Acordo Político Líbio, que foi assinado em 17 de dezembro de 2015. O acordo foi endossado unanimemente pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas e foi recebido com a formação de um Conselho Presidencial para a Líbia e que reconheceu que o Governo do Acordo Nacional será o único governo legítimo da Líbia.[2] Foi um governo no exílio baseado em Túnis de 12 de março de 2016 até 30 de março (data em que foi instalado em Trípoli), formado sob a égide das Nações Unidas a fim de solucionar a Segunda Guerra Civil Líbia.

Com informações via AFP e Reuters via redação Orbis Defense Europe.

O post GNA da Líbia derruba drone militar de fabricação chinesa apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV





Comentários



Adicionar Comentário