[email protected]+55 (61) 99682-6245 facebook

logo

publicado em:29/04/19 9:58 AM por: marcelo_mb_rj Notícias

Dez brasileiros foram indiciados na Corte Federal de Boston nesta quinta-feira, 25, como integrantes do Primeiro Comando de Massachusetts (PCM), grupo criminoso responsável por tráfico de armas e drogas, assaltos e sequestros no Estado.

O grupo é suspeito de ser um dos muitos que contrabandeia armas e munições para facções criminosas no Brasil.

Imagem do SWAT Team da Policia de Everett que foi empregado na operação devido à conhecida periculosidade dos elementos. Imagem via Everett Police Department.

“Vamos fazer com que as  prisões de hoje mandem uma mensagem para os membros de gangues e bandidos: se você ameaçar a segurança e o bem-estar dos residentes de Massachusetts, vamos prendê-lo e processá-lo com todos os recursos federais a nossa disposição”, destacou o procurador geral federal dos Estados Unidos, Andrew Lelling.

A investigação que desmantelou a gangue começou em setembro e envolve uma força-tarefa entre as polícias locais, estadual e federal (FBI), além do Serviço de Imigração e Controle de Alfândegas (ICE).

No total, 14 pessoas foram indiciadas. Pelo menos dez suspeitos foram presos em ações durante a madrugada de quinta-feira.

Segundo o inquérito, o PCM atua há dois anos e era chefiado por Marcio Costa, conhecido como Marcinho ou Marcinn. O brasileiro de 28 anos, que morava em Malden,  vai responder por conspiração para cometer roubo, distribuir drogas e tráfico de armas (Rico).

Breno Henrique Da Silva, 20, de Somerville, Álvaro Dos Santos Melo, 22, de Everett, também foram presos ontem e indiciados na mesma categoria.

Enquanto que João Pedro Marques Guimarães Gama, de 21 anos, o Baianinho, de Malden, foi envolvido nos mesmos crimes com o agravante de ser um imigrante ilegal com posse de arma. Na mesma situação estão Rodrigo Tavares, 19, e Fernando de Oliveira, 24.

Edson da Silva, 19, já estava detido por sequestro e agora acumula as acusações do Rico.

Igor Costa, 20, de Framingham, Vinicius Gonçalves de Assis, de Revere, e Rony De Freitas, 21, de Lowell, também já estavam detidos e passam a responder por tráfico de armas.

Além dos brasileiros, a  força-tarefa  prendeu Elwood Cortes-Navedo, 23, de Lowell, Fadwa Chimal, 19, ambos por tráfico de armas; Mouad Nessassi, 21, de Boston, por tráfico e posse ilegal de armas e drogas; e Jennifer Romero, 26, de Chelsea, por tráfico de armas e drogas.

Dos 14 presos por crimes, quatro estão detidos por questões imigratórias na operação de quinta-feira que apreendeu 31 armas de fogo e centenas de cargas de munição.

Os autos da Corte citam entre os delitos, assaltos a mão armada a um mercado, crime cometido por Gonçalves no dia 18 de outubro; a um entregador de pizza por Da Silva no dia 9 de dezembro, e a um posto de gasolina em Weymouth por Costa no dia 17 de janeiro.

Em 7 de fevereiro, Edson da Silva e Henrique da Silva sequestraram uma mulher em uma briga gangues. A vítima foi mantida refém em Maynard e uma denúncia culminou na prisão de Edson no dia seguinte em uma operação que o descrevia como “bandido perigoso”.

Leia também: Dois “bandidos perigosos” são presos em Maynard; um pode ser brasileiro

As penas variam entre 20 a 40 anos de prisão em regime fechado e multas de até US$ 1 milhão.

Com informações da BM News Boston via Redação Orbis Defense Europa.

https://portalbmnews.com/policia-desmantela-gangue-de-brasileiros-em-massachusetts/ 

O post Polícia Americana desmantela facção criminosa de São Paulo em Boston apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV





Comentários



Adicionar Comentário