[email protected]+55 (61) 99682-6245 facebook

logo

publicado em:5/09/19 8:15 AM por: marcelo_mb_rj Notícias

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan na quarta-feira sugeriu a Turquia deve procurar obter ou produzir suas próprias armas nucleares. Apesar de especialistas polìticos acreditarem que isso é uma forma de ganhar a atenção de Washington, em um momento que o membro mais controversa da NATO/OTAN procede na implantação de sistema de defesa anti-aérea S-400. As declarações do presidente turco acabam por reforçar ainda mais as desconfianças ocidentais contra a Turquia, inclusive pelo fato dos investimentos em tecnologias que podem ser usadas para o desenvolvimento de material radioativo no mercado negro.

Durante um discurso televisionado no qual ele bradou contra rivais e moderados dentro de seu próprio Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), Erdogan declarou:

“Eles dizem que não podemos ter mísseis nucleares, embora alguns o tenham. Não posso aceitar isso ”, de acordo com as notícias da Turquia sobre Ahval .

“Eu não aceito isso” , disse ele. “Os EUA e a Rússia os têm. Toda nação em desenvolvimento os possui. ”

Edorgan ressaltou que no passado a Turquia havia negado injustamente acordos de armas por nações aliadas, o que levou à ingenuidade turca na produção de seu próprio armamento e também teria invocado o estoque nuclear ‘não oficial’ ou não declarado de Israel durante seu discurso, dizendo que, como Israel possui armas nucleares, “ninguém pode tocá-las”.

https://platform.twitter.com/widgets.js

A Turquia é signatária do Tratado de Não-Proliferação Nuclear de 1980 e assinou ainda o Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares de 1996 , que proíbe todos os testes nucleares para qualquer finalidade. No entanto, o país armazena ‘armas nucleares’ da OTAN fornecidas pelos EUA.

Seus comentários faziam parte de um tema mais amplo que atacava os “rebeldes” dentro do AKP, que tentavam estabelecer novos partidos políticos como “enfraquecendo” e fragmentando o país.

Em referência à recepção profundamente controversa da Turquia da primeira rodada de componentes do S-400 e com a segunda compra atualmente em processo de entrega, Erdogan disse : “Isso naturalmente adiciona um poder completamente diferente ao nosso sistema de defesa. Tudo o que fizemos nos últimos 18 anos foi para o povo da Turquia. ”

Ironicamente, Erdogan já havia sido registrado como detonando países armados nucleares e “injustamente ameaçando o mundo” com suas poderosas armas. Os comentários anteriores foram feitos quando ele reagiu à retirada da Casa Branca em maio de 2018 do acordo nuclear com o Irã.

“Aqueles que têm mais de 15.000 ogivas nucleares estão atualmente ameaçando o mundo”, disse ele na época. A grande maioria das armas nucleares do mundo pertence à Rússia e aos Estados Unidos.

Embora não tenha sido verificado, nos últimos anos, houve relatos ocasionais de jornalistas turcos alegando que Erdogan tentou expandir o arsenal da Turquia para incluir bombas atômicas.

Com informações via AFP, Monde Dipomatique e Ragip Soylu Turkey Correspondent for @MiddleEastEye via redação Orbis Defense Europe.

O post Presidente Edorgan afirma que a Turquia precisa de armas nucleares apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV





Comentários



Adicionar Comentário