[email protected]+55 (61) 99682-6245 facebook

logo

publicado em:11/05/19 9:00 AM por: marcelo_mb_rj Notícias

Juan Guaidó, opositor e autoproclamado presidente interino da Venezuela, declarou que poderia vir à aceitar que haja uma intervenção militar dos EUA na Venezuela, caso isso seja algo que ajude resolver a crise no país. “Se os EUA propusessem uma intervenção militar, eu provavelmente aceitaria”, disse Guaidó ao jornal italiano La Stampa.

Segundo o ministro venezuelano da Defesa, Vladimir Padrino López, as Forças Armadas da Venezuela continuam sendo completamente fiéis às autoridades legítimas. Guaidó não excluiu que as autoridades opositoras da Venezuela poderiam recorrer à norma constitucional que prevê a intervenção militar externa.

O opositor afirma que, atualmente as únicas subunidades militares estrangeiras que estão presentes na Venezuela são os militares de Cuba, que apoia o presidente Nicolás Maduro.

Em um vídeo publicado na sua conta do Twitter, Guaidó aparece ao lado de militares e do líder oposicionista Leopoldo López, que estava preso desde 2014 e foi libertado pelos rebeldes, na base aérea de La Carlota, em Caracas. No vídeo ele pede uma “luta não violenta”, e disse ter os militares do seu lado afirmando que “o momento é agora”.

  • Com informações de agências de notícias internacionais

O post “Se os EUA propusessem uma intervenção militar, eu provavelmente aceitaria”, afirma Guaidó apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV





Comentários



Adicionar Comentário