[email protected]+55 (61) 99682-6245 facebook

logo

publicado em:18/09/19 5:15 PM por: marcelo_mb_rj Notícias

A tensão no Oriente Médio continuam à aumentar após os ataques do último final de semana a estação petrolífera na Arábia Saudita. Fontes Sírias revelam que entres os dias 16 e 17 de setembro ocorreram misteriosas explosões em posições das forças apoiadas pelo Irã na área de al-Bukamal, fronteira entre Síria e Iraque.

Já o lado israelense, vinculam o desenvolvimento à uma suposta atividade militar de Israel e dos EUA contra alvos ligados ao Irã na região. Nos últimos meses, várias explosões semelhantes ocorreram em posições de milícias ligadas ao Irã na Síria e no Iraque.

No entanto, ainda não há evidências para confirmar o envolvimento de Israel nesses incidentes apesar de testemunhos com fotografias de aeronaves israelenses sobrevoando os alvos.

 Ilustração dos locais de atritos recentes na região de fronteira Syria/Iraque.

Em 17 de setembro, o vice-presidente Pence repetiu ameaças de Donald Trump, alegando que os EUA estão “empenhados e carregados” para defender seus aliados. Pence observou que “parece que” o Irã foi responsável pelo ataque, mas disse que a comunidade de inteligência dos EUA estava trabalhando para confirmar os detalhes.

O Comando de Transporte dos EUA anunciou o início do “exercício de preparação em larga escala em 16 de setembro, como parte de sua série de Exercícios Resolute Sun em modo ‘Turbo activation’ (Ativação Turbo), empenhando dezenas de navios. 

No vídeo acima, pode se verificar que equipamentos estão sendo colocados a bordo de navios cargueiros em preparação para o Exercicio Resolute Sun, realizado em junho de 2019.

O Comando de Transporte dos EUA ordenou a chamada “ativação turbo” de 28 navios de uma frota de navios de logística espalhados pelos navios Comando Militar de Sealift, Departamento de Transportes e Administração Marítima, que é a maior desde a invasão do Iraque em 2003.

A ativação, a maior do gênero desde a Operação Iraqi Freedom, transita rapidamente de navios de um status operacional reduzido semi-estático, com uma tripulação orgânica, para um navio com tripulação operacional completa pronto para navegar em cinco dias.

A campanha em larga escala para responsabilizar o Irã pelo ataque dos houthis iemenitas à Arábia Saudita continua na grande mídia.

Investigadores sauditas e norte-americanos determinaram “com uma probabilidade muito alta” que o ataque de 14 de setembro à indústria petrolífera saudita tenha sido lançado a partir de uma base iraniana no Irã perto da fronteira com o Iraque, afirmou a rede CNN em 17 de setembro citando “uma fonte familiarizada com a investigação.”

A trajetória de lançamento dos mísseis de cruzeiro, que voam a baixa altitude, foi do norte do complexo de Abqaiq, enfatizou a CNN. Note-se que o Irã desmentiu fortemente todas as especulações de que, alguma forma, estivesse envolvido no ataque.

Se a versão fornecida pela CNN for adotada pelos EUA e pela Arábia Saudita no nível oficial, isso significaria uma nova rodada de escalada no Oriente Médio. A escalada que pode levar a uma grande guerra regional.

  • Com informações SANA Syria, U.S. Daily Military via redação Orbis Defense Europe

O post Turbo Activation: Estados Unidos começam preparativos para guerra contra o Irã? apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV





Comentários



Adicionar Comentário